Tamanho da fonte: A A A

Contraste: Libras:

Comissão Especial de Auditoria inicia a fase de execução de auditoria operacional na Controladoria-Geral dos municípios de Goianésia e de Rio Verde

Auditores iniciam a fase de execução de auditoria operacional junto ao Órgão Central de Controle Interno dos municípios de Goianésia e de Rio Verde.

A Comissão Especial de Auditoria (CEA) iniciou em 15/3/2022 a fase de execução de auditoria operacional na Controladoria-Geral do Município (CGM) de Goianésia e, em 21/3/2022, na CGM de Rio Verde. Esta etapa consiste na coleta de evidências para avaliar se a estrutura atual do Órgão Central de Controle Interno (OCCI) possibilita o exercício adequado da função/atividade de auditoria interna governamental, no cumprimento de sua missão institucional.

Para tanto, serão objeto de análise os seguintes aspectos dos Órgãos auditados: (i) estrutura organizacional, (ii) estrutura normativa, (iii) estrutura de pessoal e (iv) infraestrutura de sistemas e ferramentas de tecnologia da informação, tendo como critério a Instrução Normativa n° 8/2021 do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCMGO)

Antes do início da fase de execução, o projeto das auditorias operacionais foi submetido ao controle de qualidade de especialistas em controle interno, que participaram de painel de referência, cujo objetivo foi colher críticas e sugestões para o aprimoramento dos trabalhos. O painel contou com a participação de representantes do Conselho Nacional de Controle Interno (CONACI), do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), da Controladoria-Geral do Estado de Goiás (CGE-GO), dentre outros.

O projeto foi ainda submetido à validação dos gestores e os instrumentos de coleta de dados submetidos a teste-piloto com um terceiro município goiano, para verificar sua adequabilidade quanto à obtenção de evidências suficientes e apropriadas.

Os dados e informações obtidos na fase de execução, a partir de entrevistas com os controladores-gerais e em grupos focais com servidores das respectivas CGMs, servirão de base para a construção da matriz de achados, que apontará as situações encontradas na auditoria em confronto com os critérios adotados, com vistas à elaboração das recomendações para o aperfeiçoamento do objeto auditado.

Texto: Comissão Especial de Auditoria (CEA) do TCMGO